Crescimento do e-commerce exige atenção com fraudes e entrega de produtos

Crescimento do e-commerce exige atenção com fraudes e entrega de produtosDe acordo com a e-bit, empresa especializada em informações do e-commerce, o comércio eletrônico no Brasil deve crescer 25% em 2013, atingindo um faturamento de R$ 28 bilhões. Paralelamente à previsão otimista do mercado, a ascensão do e-commerce brasileiro exige mais recursos anti-fraude e atenção com a entrega de produtos, que emperram o avanço ainda maior do setor.

Solução financeira mais completa do e-commerce brasileiro, o Bcash, é também o intermediador de pagamentos online mais seguro do país. Vendedores e compradores que fazem suas compras virtuais através da plataforma do Buscapé Company contam com ferramentas pró-ativas para a proteção das transações.

Um dos grandes aliados dos usuários do Bcash é a Compra Protegida. Através dela, o consumidor fica resguardado em caso de eventual prejuízo, como a não entrega do produto pela loja virtual. É importante ressaltar que o comprador conta com o prazo de 14 dias, a partir da aprovação da transação, para bloquear o pagamento ao vendedor, a fim de que sejam feitas todas as verificações de segurança necessárias e o comprador certifique-se da entrega do produto. Findo o prazo estipulado, e estando resolvidas eventuais pendências relacionadas à compra, os valores da operação são colocados à disposição do vendedor.

Outro defensor dos compradores virtuais é a tecnologia da FControl, empresa do Buscapé Company, que atua em todas as vendas operacionalizadas pelo Bcash. Pioneira no Brasil na utilização de sofisticados sistemas de redes neurais e inteligência artificial para gerenciamento de risco e detecção de fraudes em tempo real no e-commerce, a FControl mapeia e reduz drasticamente as tentativas de golpes virtuais com cartão de crédito nas lojas virtuais, protegendo também o bom consumidor. Ao longo do ano passado, a FControl identificou e bloqueou mais de R$ 150 milhões em transações fraudulentas no e-commerce brasileiro.

E, aumentando ainda mais a sensação de segurança às compras, quem utiliza o Bcash ainda pode adquirir o serviço de Garantia Estendida, que oferece mais um ano de garantia para reparos ou substituição de produtos com defeitos após o término da garantia do fabricante. É importante ressaltar que o Bcash possui o selo PCI DSS 2.0, emitido pela PCI Security Standard Council, maior referência para práticas de segurança de dados na internet. A norma garante que as melhores práticas internacionais de segurança estão sendo devidamente seguidas, após a implementação de rígidos processos na estrutura estratégica, organizacional e tecnológica do Bcash.

“Em apenas seis anos, o Bcash orgulha-se de já ter ajudado quase 7 milhões de parceiros, entre compradores e vendedores, a fazerem suas transações no comércio eletrônico com total segurança. A escolha de um meio de pagamento seguro, tanto pelo lojista, quanto pelo consumidor, é vital para a tranquilidade desta compra”, afirma Marcelo Theodoro, diretor de produtos e marketing da divisão de pagamentos e soluções anti-fraude do Buscapé Company.

Mais ferramentas de proteção ao consumidor do Buscapé

Em janeiro de 2011, o Buscapé (www.buscape.com.br), maior site de comparação de preços da América Latina, lançou o Buscapé Protege, ferramenta que ajuda o consumidor a evitar inconvenientes com suas compras online, tornando-as mais seguras. Quase um ano depois, os resultados são expressivos, o que comprova o sucesso do projeto: cerca de dois milhões de cadastrados e menos de 100 reclamações abertas.

O serviço funciona da seguinte maneira: se uma pessoa adquirir um produto a partir de uma comparação de preços feita no Buscapé e o pedido não for entregue, chegar quebrado ou não for o produto especificado, o Buscapé, dentro das condições estabelecidas no Termo de Uso do Buscapé Protege, faz a intermediação entre o lojista e o comprador para a resolução do problema. Caso não seja possível solucionar a questão, o cliente pode ser reembolsado em até R$ 500.

Além disso, a e-bit permite ao consumidor avaliar as lojas do comércio eletrônico, através de uma pesquisa disponibilizada no final do processo de compra e também no pós-venda. Essas avaliações são transformadas em medalhas (diamante, ouro, prata e bronze), que representam a qualidade e melhores serviços prestados pelas próprias lojas virtuais, do ponto de vista de quem efetivamente comprou.

Crescimento do e-commerce exige atenção com fraudes e entrega de produtos
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here