Dez coisas que as pessoas odeiam no e-mail marketing

Dez coisas que as pessoas odeiam no e-mail marketingUsadas por oito em cada dez empresas, as ações de e-mail marketing tornam-se cada vez mais cruciais para a receita dos varejistas.

Porém, quando mal direcionada, a campanha pode gerar desconforto no consumidor e ser considerado lixo ou spam.

Por isso, antes de montar o planejamento e a estratégia para sua empresa, conheça algumas situações indesejadas no e-mail marketing.

Opt-in

Enviar e-mail sem consentimento é perda de tempo, tanto para a empresa quanto para quem recebe. No e-mail marketing é preciso ser assertivo, mas impor um produto não é a melhor solução para aumentar as vendas. Por isso, fique atento às regras de opt-in.

Opt-out

Ter dificuldade para pedir cancelamento de recebimento dos e-mails é outra situação desagradável. Dê liberdade para seus clientes, colocando mecanismos pelos quais eles possam optar por parar de receber as mensagens.

E-mail de resposta

Enviar um conteúdo com a sugestão de resposta para um e-mail que não existe é outro erro inaceitável. É preciso estar atento e conferir as ferramentas e soluções que dão suporte ao cliente.

Remetente e destinatário

Enviar mensagens com o endereço de e-mail desconhecido ou oculto estraga a qualidade do relacionamento com o destinatário. Como as boas práticas dizem que os destinatários só devem receber mensagens solicitadas, ou seja, por meio do opt-in ou soft opt-in, o nome e o endereço do remetente devem estar disponíveis para visualização. Assim, a pessoa que receber a mensagem irá saber a procedência do e-mail e porque o está sendo recebido.

Conteúdo

Fidelização ao público é a chave para um conteúdo de sucesso. Aliado ao tipo de produto ou serviço oferecido, a linguagem utilizada para compor a peça deve estar diretamente relaciona com o perfil da base que irá receber a ação. É preciso elaborar textos que falem o que ao público-alvo quer ouvir e que envolvam e aproximem o consumidor da marca.

Importância

Receber conteúdo sem relevância pode tirar a paciência do cliente. Segmentação de base e personalização das informações são cruciais para um bom desempenho da campanha.

Frequência

Ter a caixa de e-mail “bombardeada” por promoções e novidades não colabora muito para o desempenho da marca e pode provocar efeito contrário. Além disso, o conteúdo corre o risco de ser considerado spam, fazendo a empresa perder todas as oportunidades. Nesse caso, planeje e programe as campanhas.

Template

Falta de cuidado com o design também pode levar ao insucesso da campanha. Template com quebras, distorcido e mal formatado empobrece o material e tira as expectativas de quem recebe.

Interação

Esperar interatividade do cliente sem sugeri-la é um dos erros que não se pode cometer. Não saber o que fazer com o e-mail recebido é reflexo da falta de um call to action claro. Se você espera algo de quem recebeu o e-mail, peça, evidencie e engaje usando técnicas de interação.

Desatenção

Enviar e-mail contendo promoção de um produto que já foi comprado é uma das formas de demonstrar a falta de atenção com o cliente. Acompanhe relatórios e aproveite para oferecer um produto complementar.

Dez coisas que as pessoas odeiam no e-mail marketing
Avalie este artigo

2 COMENTÁRIOS

  1. Micael, não existe uma melhor forma mas existem boas práticas. Este artigo tem bastante coisa útil. No entanto creio que o ponto crucial é ter uma lista opt-in, esta sem dúvida é a tarefa mais árdua na hora de construir a sua lista. Em segundo lugar fica o conteúdo. O conteúdo do e-amil marketing tem que atingir a necessidade do público alvo. Não adianta aferecer melancia para quem quer maçã. Tentar empurrar promoções sem que o cliente tenha pedido, pode prejudicar a imagem da marca.

    Depois dá uma olhada neste artigo: http://rapt.com.br/e-mail-marketing-dicas-efetividade/

    Abs

  2. olá !!

    Gostaria de uma ajudinha, ou seja no meu site, gostaria de saber qual seria a melhor forma de emails marketing para reverter em vendas.

    agradecido a atenção!!

DEIXE UMA RESPOSTA