Kliprr promete ser o Pinterest erótico

kliprr quer ser o Pinterest erótico
kliprr quer ser o Pinterest erótico

Ao buscar por “Kliprr” na Internet, qualquer um pode pensar estar lidando com mais um site que segue a linha do Pinterest. O próprio Google aponta a página como um “organizador e compartilhador de conteúdo interessante na web de uma maneira vibrante e colorida”.

Ao acessar o site, o usuário certamente verá conteúdo “vibrante e colorido”, porém, erótico. Logo na página inicial, o internauta se depara com grande quantidade de material do gênero e uma frase que resume o foco da empresa: “Acumule e guarde o erótico que você ama de qualquer lugar da web”. Trabalhar nos moldes do Pinterest não parece ser uma coincidência. No perfil do Kliprr no Twitter a descrição diz: “Kliprr é seu Pinterest erótico.”

“Kliprr quer atingir tanto homens quanto mulheres. Muitas imagens eróticas contêm os mesmo ingredientes da pornografia, a diferença é que elas são artísticas, mostram criatividade, beleza e interessam mais do que as imagens convencionais”, diz uma representante do site.

Existem alguns limites no Kliprr

Mas até uma rede como essa possui sua censura. Muitas das imagens da página inicial estão bloqueadas e marcadas como “pornô”. A empresa se justificou dizendo que “o que é interessante para um indivíduo pode não ser para outro”.

O Kliprr não é pioneiro na categoria. Outros sites seguem ou já seguiram a mesma linha. É o caso do Snatchly, que conseguiu 15 mil usuários em dois meses e o Sex.com, que após ser vendido por 13 milhões, transformou-se em um site no mesmo estilo.

Fonte: Techtudo

Kliprr promete ser o Pinterest erótico
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here