E-Commerce

abril 22, 2013 publicado por Blog do E-commerce

Loja Virtual Grátis

   

Loja virtual grátis

Loja virtual grátis. Como montar o seu e-commerce com plataformas open source.Uma das opções para que deseja criar uma loja virtualé a de adotar uma plataforma Open Source, ou seja, uma loja virtual grátis. Existem várias opções na Internet como a Magento e OsCommerce. São opções válidas mas não perfeitas. Cada uma tem seu ponto forte e ponto fraco é justamente uma geral sobre isso que falamos nessa seqüência de artigos. Se entre as várias opções de sistemas para lojas virtuais você escolheu esta alternativa, vamos analisar esta opção.

Instalação do sistema de “loja virtual grátis”

Em primeiro lugar, todas estas opções de lojas virtuais grátis exigem conhecimento de programação para serem instaladas. Isso já tira um pouco do “Grátis” da jogada. Afinal de contas, você realmente acredita que vai montar uma loja virtual grátis? Vamos deixar claro uma coisa, loja virtual grátis não existe. Veja o vídeo abaixo e entenderá do que estamos falando. Mas mesmo levando-se em consideração o custo de contratação de um programador para a instalação e de um webdesigner para alterar o layout e elementos gráficos, ficam mais em conta que o desenvolvimento de uma loja personalizada. Se você possui bons conhecimentos de programação já ganha um bom espaço e economiza uma grana.

Tempo de desenvolvimento

Uma outra vantagem de utilizar um sistema de loja virtual grátis é que o tempo de desenvolvimento é sensivelmente menor e por isso sua loja fica pronta em bem menos tempo. Se você partir do zero, um prazo de 6 meses para ter tudo testado e funcionando é considerado um bom prazo, mas não desanime, tem projetos que demoram até 1 ano, dependendo da complexidade.

Layout e Design

No que diz respeito ao design, tem gente que acha que usando uma plataforma já pronta a loja ficaria igual a tantas outras. Isso também dá para ser contornado com a contratação de um bom webdesigner ou a aquisição de uma template de loja virtual (modelo). No caso da Magento e da osCommerce existem centenas de sites de venda de templates com outra centena de modelos para todos os segmentos de mercado. Tem algumas realmente lindas e se você quiser comprar a exclusividade do modelo também pode (pagando bem mais caro é óbvio). Mesmo essas templates necessitam de uma ajudinha na parte de programação e design. Uma ótima referência para templates tanto para a Magento quanto para osCommerce é a Template Monster.

Hospedagem

A hospedagem do sistema sistema vai depender da solução adotada. A maioria delas é construída em linguagem PHP e portanto requer plataforma Linux. A Magento em particular é bastante exigente e necessita de um provedor de alta performance. No caso da Virtua Store a hospedagem deve ser Windows pois a plataforma roda em ASP. Em qualquer dos casos se afaste dos provedores “baratinhos”.

Complementos para sua loja virtual grátis

No caso da Magento e OsCommerce você pode turbinar a sua loja com uma série de plugins (acessórios) que são encontrados na Internet em sua grande maioria gratuitamente. Tem de tudo, desde PagSeguro e Pagamento Digital (dois plugins essenciais) até super efeitos gráficos e outros bicgos. A instalação destes plugins requer um pouco de conhecimento técnico e você pode conseguir alguma ajuda nos diversos fóruns destas duas plataformas além é claro, de uma pesquisa no Google. No caso da Virtua Store esse plugins podem ser encontrados no fórum de discussão do Grupo no Yahoo, não são muitos, mas existem. Em breve vamos voltar a falar sobre plataformas de e-commerce gratuitas fazendo análises detalhadas sobre cada uma citadas neste artigo e outras sugeridas por nossos leitores. Por isso pedimos que comentem o assunto, mandem sugestões e opiniões. Ossunto de loja virtual grátis sempre provoca grandes discussões.

GD Star Rating
loading...
Loja Virtual Grátis, 8.9 out of 10 based on 22 ratings

Artigos Relacionados:

25 Comments

  • Olá, sim existem ferramentes para montar sua loja gratuitamente na internet, porém acho que esse tipo de coisa deve estar no controle do lojista. Podemos montar uma loja usando Magento mas caso queira fazer uma promoção, ou adicionar uma funcionalidade novo, ou alterar alguma coisa na sua loja fica mais fácil ter uma programador ao seu lado.

  • eu sou leigo nesse negoçio de loja virtual ,mas estou tantando um no blog e uma face book sera que da resultado?

    • Olá Jean!
      Não querendo te desanimar, mas acho conveniente você estudar um pouco mais ou contratar alguém que tenha experiência no assunto. Vale ressaltar também que, para escrever em um blog, facebook, loja virtual, você deve ter no mínimo uma escrita correta, ou seja, sem erros ortográficos.

  • olá! poderiam me ajudar quero montar uma loja virtual, mas não entendo nada de programação, em qual site gratuito eu poderia montar minha loja ?? ou no meu caso seria mais indicado um blog? onde vcs me indicariam montar um blog? no google, wix ou webnobe?? obrigada espero resposta att

    • Olá Karol

      Nossa dica é: Esqueça lojas virtuais grátis. Essas soluções simplesmente não funcionam. Você pode ter uma loja virtual alugada, que realmente funciona, por menos de R$ 100 ao mês.

      Para conhecer detalhes sobre o funcionamento de uma loja virtual, nossa dica é fazer um bom curso sobre criação de lojas virtuais como o oferecido pela equipe do Curso de E-commerce. Veja detalhes em http://www.cursodeecommerce.com.br/curso-online/como-montar-uma-loja-virtual/ . Eles tem o curso na versão presencial e também online.

      Um grande abraço

      Rodrigo Lima

  • Olá,

    Gostei do artigo e gostaria de perguntar se alugém
    por acaso já testou a bpg (www.bpg.com.br)?

    Vi que eles pertencem ao XPG e me parecem sérios.

    Obrigada

    Camila

    • Olá Camila

      Dificilmente essa solução lhe dará condições de criar uma loja realmente profissional. Talvez uma loja virtual alugada seja uma boa opção para você. veja mais em nosso artigo http://www.blogdoecommerce.com.br/loja-virtual-aluguel/

      Um grande abraço

      Rodrigo Lima

  • Boa tarde,
    Vocês conhecem a empresa “Loja Virtual 2″ que, aparentemente, cria lojas virtuais gratuitas?
    Sabem se tem boas referências?
    Grata,
    Renata

    • Olá Renata

      Nós nunca tivemos nenhuma experiência com essa plataforma de e-commerce, mas o que podemos afirmar é que loja virtual gratúita, das duas uma, ou não funcionam ou na verdade possuem algum custo escondido. Dê uma olhada nesta artigo http://www.cursodeecommerce.com.br/blog/loja-virtual-gratis-nao-existe/

      Um grande abraço

      Rodrigo Lima

    • Obrigada Rodrigo.
      Já tinha lido esse artigo, mas vou ler novamente e continuar minha pesquisa.
      Entendo que não exista loja virtual totalmente gratuita, mas gostaria de um site que pelo menos tivesse um custo mínimo e que oferecesse um trabalho bom. (Sei que estou querendo demais, mas… rs).
      E, gostaria que me desse dica de onde buscar referências do site que eu escolher.
      Obrigada!

  • Para fazer uma loja virtual é preciso ter conhecimento em programação?

  • eu estou querendo montar uma loja para vender acessorios para carros.eu não sei fazer o sait posso pedir alguem para fazer para mim? neste caso que tipo de pessoa seria indicada

  • Obrigado pelo artigo camarada! Bati um pouco de cabeça com esses sistemas, mas foi um bom ponto de partida, como meu conhecimento de informática é escasso.

  • O problema dessas lojas open source eé que você quiser adicionar novas funcionalidades, pode virar um parto.

    Sou analista de sistemas e ví tanto codigo porco em lojas gratuitas que baixei por aí (em php, asp e asp.net) que resolvi fazer a minha do zero.

  • Excelente o artigo. Ansioso pelo próximo, com a comparação entre os sistemas open source. Andei estudando bastante OSCommerce, Magento, Virtue Marte o novíssimo Presta Shop e creio que o Magente seja a melhor solução.

    Quanto aos sistemas proprietários um dos maiores problemas é o sistema de cobranças, que é por Page View. Isso faz com que rapidamente a coisa toda possa sair fora de controle.

    Sérgio, em que empresa você trabalha? Fiquei interessado pelos seus serviços.

  • Muito boa a matéria, especialmente para fazer conhecer ao público em geral que uma loja eletrônica não é uma coisa que eu pago R$ 500 e tenho tudo pronto. Um bom trabalho de e-commerce envolve investimento (algo em torno dos R$ 100.000) infelizmente as pessoas não entendem isso e querem que por pouca coisa façamos malabarismos. A minha empresa trabalha com customização de templates para e-commerce e sofremos todo dia com esse tipo de pressão, pois cobramos o justo e mesmo assim o povo acha q devemos fazer milagres. E como detalhe, vale a pena aclarar que praticamente nenhum servidor no Brasil tem uma estrutura robusta o suficiente para suportar o Magento. A gente trabalha com servidores nos EUA que foram os únicos que deram uma resposta adequada para esse framework, se fizer a mesma coisa aqui no Brasil o site demorava cerca de 12 segundos (!!!!) para carregar uma simples página.

  • Everaldo,

    este é um dos problema em se utilizar uma loja pronta destes grandes provedores. Pois eles podem de uma hora para outra, caso o produto não esteja dando o lucro necessário, retirar o sistema do ar e ponto. Os clientes são deixados de lado e pouco importa se ele vende muito ou pouco ou se atende 1 ou 1000 clientes online. O negócio online dele é fechado por força maior e todo seu trabalho vai por água abaixo, tendo que começar tudo novamente.

    Um outro ponto pouco comentado é que pelo fato de ser open source todas estas plataforma têm seu código fonte aberto e disponibilizado, o que pode fazer com que pessoas maliciosas estudem este código e tentem realizar invasões e prejudicar a loja que está online.

    Um outro ponto também são as atualizações de segurança destas aplicações que poucas empresas fazem depois que o negócio virtual já esteja rodando pois geralmente querer cortar custos e não contratar um profissional especializado para acompanhamento da loja.

    Em relação ao que o Daniel disse sobre os iniciantes, creio que a melhor solução seria mesmo a que o Everaldo tomou, utilizando uma loja pronta alugada e aí posteriormente, vingando o negócio, partir para uma loja própria e sua.

    Abs.

    Wagner

    • Olá Wagner.

      Interessante sua opinião sobre as lojas alugadas, mas eu discordo com relação à segurança de sistemas open-source como Virtuemart ( Joomla ), no qual mexo.

      Trabalho com e-commerce, já desenvolvi um sistema que, devido à falta de atualização, acabou ficando impossível de acompanhar as tecnologias desenvolvidas.

      Um fator que não gosto com relação às lojas alugadas é justamente esse, é o seu negócio que não pertence à você propriamente dito.
      Hoje se você der uma procurada, pode ser que se tenha que desembolsar pelo menos 2.5k como taxa de desenvolvimento, mas eu considero o mínimo para que se abra uma loja virtual de sucesso.

      Tenho como base bastante tempo de experiência com a ferramenta free, sei das falhas, mas não tive nenhum problema com relação à isso, por a cada versão liberada, são muitos os testes que são feitos. E depois se você utilizar um integrador de pagamentos ( PagDigital, PagSeguro, MoIP, etc ), a chance de ocorrer uma fraude reduz bastante, já que toda a venda só é aprovada mediante análise.

      Afirmo com consistência, que eu também possuía receio à sistemas open source, mas eles são totalmente confiáveis e de total utilização.

      Parabéns por mais um artigo de sucesso!

    • @Luiz
      Vc pode não concordar com o Wagner, mas ele está com toda razão. Sistemas open source são completamente vulneráveis, isso é um fato.
      Sobre a sua confiança, se estamos vivos hoje, não podemos confiar que estaremos amanhã.
      Um abraço

    • Não é fato que sistemas open-source são completamente vulneráveis. Na verdade, provavelmente são mais confiáveis que sistemas proprietários. Sistemas open-source, justamente por serem abertos, são auditados por muitos olhos. Além disso, as correções de eventuais bugs são muito mais rápidas.

    • Concordo plenamente com o Lucas, os sistemas Open-Source são muito mais confiáveis que lojas criadas por uma equipe ou por apenas um programador, pois é uma imensa comunidade que mantém e audita os códigos, e o nível de todos é de sênior para cima. Sou Analista de Sistemas, e depois de criar várias, hoje indico para todos que estão iniciando, porém, não é qualquer um que coloca pra funcionar não, muitas vezes, precisa de configurar várias coisas no código fonte, e por exemplo, ferramenta para cálculo de frete com os correios, você não acha fácil de graça, e dá um bom trampo instalar. Normalmente só cobro a hora técnica para instalação destas lojas para clientes que querem iniciar online.

    • Interessante sua colocação Wagner, sou iniciante e desisti q querer “inventar a roda”…falta de tempo!…vou partir p/ o aluguel de lojas virtuais…teria alguma p/ nos indicar?….pretendo investir entre 20 a 30 reais….valeu, de ante-mão agradeço antecipadamente…Miguel

  • Ótimo artigo, sei que plataformas Open Source não são tão boas para se trabalhar mas para quem quer começar devagar acho que é uma boa, mas como diseram no artigo é preciso saber de programação porque depois você pode gastar muito mais só para comfigurar o site.

    Aguardo mais informações pois não conheço nada de programação mas quero começar com uma plataforma open source.

    Abraços.

    • Daniel,
      Como você diz que “sabe que plataformas open source não são tão boas” se logo diz que não sabe programar?
      Vejo um monte de gente falando mal de open source, mas é como o Lucas disse.
      Plataformas open source não são invulneráveis, mas que são melhores que de código proprietário eu não tenho dúvidas.
      São milhares de programadores ao redor do mundo corrigindo falhas e analisando tudo, e no software proprietário?
      Outra coisa, um e-commerce open source não é só instalar e usar, precisa ser moldado para cada realidade. Mas para que reinventar a roda?
      Usa-se uma base open source e a otimiza para suas necessidades.
      Só para finalizar, não acho que no Magento ou OsCommerce tem códigos porcos, alias nem quero acreditar que tenha sido de uma dessas duas plataformas que o Antônio Carlos tenha dito aquilo.

      []‘s

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>