Natura aposta pesado no e-commerce

Natura entra no varejo e se prepara para vendas na webA Natura, líder na venda de cosméticos no Brasil, com faturamento de R$ 8,5 bilhão em 2012, está redesenhando a sua estratégia comercial para colocar o e-commerce no centro das atenções.

Segundo revela uma matéria da Exame, a empresa tem um plano chamado Rede Natura, dentro do qual cada um dos seus 1,5 milhão de vendedores poderá ter um site de comércio eletrônico.

A manobra visa evitar que o e-commerce concorra com a venda porta a porta, o grande forte de empresa. Hoje as vendas pela Internet não dispõem do desconto de até 30% oferecido pelos vendedores e nem aparecem no balanço.

Os pedidos e os pagamentos serão feitos no site pelos próprios clientes e os produtos chegarão diretamente a suas casas.

De acordo com a revista, pelo novo sistema as entregas deixarão de demorar até um mês para um prazo máximo de 4,5 dias e 48h para mais da metade das entregas feitas nas capitais.

Outra mudança que será adotada pela Natura é incluir produtos de outras empresas nos catálogos, aumentando o leque disponível pela força de vendas, à exemplo do que já faz a concorrente Avon.

As mudanças vem em um momento no qual a companhia sente a pressão da concorrência.

No primeiro trimestre as vendas da Natura cresceram 2% na comparação com o mesmo período do ano passado — a empresa vinha crescendo num ritmo de 10% ao ano desde 2008.

Natura aposta pesado no e-commerce
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here