Ofertas enganosas em compras coletivas

Desde que a indústria de compras coletivas se estabeleceu, muitas pesquisas têm sido realizadas para testar se os cupons online, de fato, são um bom negócio para os comerciantes locais. Curiosamente, porém, pouca pesquisa foi feita até agora para saber se as compras coletivas são sempre um bom negócio para os consumidores.

É de se imaginar que isso ocorra porque um desconto é sempre um bom negócio – do contrário, ninguém compraria um cupom, certo?
Na maioria dos casos, é possível dizer que esse raciocínio é correto. Mas uma pesquisa recente sobre a indústria de compras coletivas feita pelo portal americano Thumbtack mostra que nem sempre isso é verdade. Especialmente quando se fala da indústria de serviços locais. O Bolsa de Ofertas divulga agora com exclusividade algumas descobertas do estudo, recém-divulgado:

Muitas ofertas de compras coletivas para serviços locais têm preço igual ou maior do que o valor médio local para o serviço. Uma boa parte das ofertas na indústria de serviços locais parece oferecer preços que são iguais ou maiores que o preço médio cobrado em uma determinada cidade.

Se sites de compra coletiva oferecem pouco ou nenhum desconto abaixo do preço médio do serviço, tudo leva a crer que faz pouco sentido comprar uma promoção. O comprador seria forçado a utilizar o profissional oferecido pelo site de compra coletiva (em vez de escolher seu próprio), e assumir o risco de nunca usar o cupom. O apelo da oferta se perde – com desconto real tão baixo, não haveria razão de correr desesperadamente para comprar uma promoção que tem o mesmo ou um preço um pouco abaixo do que aquele que está sempre disponível.

Exemplos de ofertas com valor abaixo do mercado

Em 19 de setembro de 2011, o Groupon levou ao ar uma oferta de duas horas de serviços de limpeza doméstica em Phoenix por 49 dólares – um desconto anunciado de 67% sobre o preço normal, supostamente de 150 dólares. O Thumbtack, que elaborou a pesquisa, colheu dados de 126 empresas que prestam esse tipo de serviço. O preço médio deles? 23,50 dólares. Duas horas de serviço, portanto, equivaleriam a 47 dólares – muito menos do que os 150 dólares anunciados como preço original par aos serviços.

Em 19 de julho, o LivingSocial ofereceu serviços de pintura de um quarto em Boston por 150 dólares. O preço cheio do serviço, em tese, era de cerca de 790 dólares. Mas o Thumbtack estimou que 4 horas de trabalho seriam suficientes para realizar o serviço. E no caso de Boston, descobriu-se, o preço médio cobrado por pintores na cidade é de 35 dólares. Quatro horas de trabalho vezes 35 dólares equivale a 140 dólares no total – nada próximo dos 790 dólares anunciados como preço cheio para o serviço.

11% das ofertas de compras coletivas são para serviços locais

É preciso entender o que o Thumbtack considera dentro da categoria de serviços locais. As pessoas que trabalham na indústria de serviços locais são profissionais como os que atuam em limpeza doméstica, fotógrafos, planejadores de casamento, tutores de matemática, designers gráficos, entre outros. Apenas o Groupon, sozinho, levou ao ar ofertas de 5 000 comerciantes de serviços locais no primeiro semestre de 2011.
No mercado brasileiro, reclamações sobre a veracidade de preços em descontos de sites de compras coletivas são frequentes, principalmente entre sites concorrentes. Você conhece exemplos dessa prática?

Ofertas enganosas em compras coletivas
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here