Qual Valor? chega ao mercado trazendo negociação de preços no e-commerce

Qual Valor? chega ao mercado trazendo negociação de preços no e-commerceTrazer a negociação e a pechincha para o mundo virtual. Este é o objetivo do Qual Valor? – www.qualvalor.com.br -, site que traz um novo conceito de e-commerce, onde o usuário pode negociar o preço do produto ou serviço a ser comprado, da mesma maneira que acontece no mundo real.

Este novo modelo de negócios foi idealizado pelos empresários Sammy Veicer e Rubens Neistein, que estudaram intensamente os formatos do e-commerce e da compra coletiva, seus prós e contras, até chegarem ao que batizaram como a “terceira geração do e-commerce”.

Trata-se de um site onde o consumidor tem a oportunidade de pagar por um valor mais baixo que o de mercado, da mesma forma que é possível negociar um desconto em uma loja física. Além de o cliente oferecer o quanto quer pagar, ainda não depende de outras vendas para fechar a negociação e usufruir do desconto, diferentemente de uma compra coletiva.

“Quando começamos a pensar na ideia, estudamos muito o e-commerce e investigamos a fundo a compra coletiva, que hoje se mostra um modelo ultrapassado. A nossa ideia foi, de fato, criar um novo conceito e chegamos a esse modelo, para tornar o e-commerce mais próximo da vida real, a exemplo do que fazemos quando negociamos um desconto na loja”, afirma o sócio-fundador Sammy Veicer.

Como funciona

A negociação é muito simples. O usuário se cadastra no site e pode ver diversas oportunidades de compra nas áreas de serviços, turismo, bem-estar, entretenimento e produtos, todos com valores de mercado. Então, o comprador pode fazer sua oferta ao produto ou serviço de seu interesse e, quase instantaneamente, recebe uma resposta informando se o valor foi aceito ou não.

Caso afirmativo, a compra pode ser realizada por cartão de crédito e, em seguida, o usuário recebe um voucher por e-mail. Se a proposta não for aceita, o comprador poderá realizar mais duas ofertas para aquele produto e, se ainda assim não conseguir comprá-lo, terá que aguardar 24 horas para tentar novamente, mas fica livre para realizar outras compras.

O lucro do Qual Valor? vem da comissão em cima de cada negociação, variável, de acordo com o segmento. Cada oferta tem uma característica distinta de pagamento. Algumas são pagas na totalidade para o site, em outras, paga-se uma entrada ao site, no ato, e o restante é pago diretamente ao parceiro e, dependendo do vendedor, pode ser parcelado. Tudo é informado antes da negociação.

É importante ressaltar que não se trata de compra coletiva, nem leilão. O Qual Valor? tem por trás uma plataforma inteligente própria, desenvolvida pelo sócio-fundador Rubens Neistein, especificamente para esse negócio. O processo de criação durou cerca de um ano, e foram realizados mais três meses de testes e ajustes através de uma versão beta com produtos fictícios e compradores amigos ou conhecidos, até chegar ao modelo final, que foi ao ar em março de 2013.

Neistein ressalta a diferença entre a negociação do Qual Valor? e o sistema de compra coletiva. “A compra coletiva penaliza demais o parceiro, ele acaba ficando com somente 25% ou 30% do valor original. No Qual Valor?, o anunciante consegue vender com preços diferenciados e tem uma rentabilidade com cálculo do valor mínimo de acordo com o estoque, por exemplo, além do anúncio mais duradouro e da comissão acertada em relação ao valor oferecido e aceito. Já para o usuário, comprar com 10% de desconto por necessidade pode ser mais interessante do que comprar por um desconto maior, apenas por impulso”, explica.

Investimentos e expectativas

Com um investimento inicial de R$ 350 mil, o Qual Valor? está no ar desde março e já conta com 70 oportunidades de compra anunciadas por 20 parceiros, mil usuários cadastrados e ultrapassou 5 mil likes no Facebook.

“Nossa expectativa para o primeiro ano é, primeiramente, aumentar o número de parceiros e ampliar o leque de produtos e serviços oferecidos para a compra, para alcançar 50 mil usuários cadastrados e faturar até R$ 4 milhões. Além disso, o Qual Valor? também tem como metas aculturar o mercado em relação ao novo conceito e atrair novos investidores”, explica o sócio-fundador Sammy Veicer. Para mais informações, acesse: www.qualvalor.com.br

Qual Valor? chega ao mercado trazendo negociação de preços
Avalie este artigo

1 COMENTÁRIO

  1. Ótimo idéia. Fiz o teste de 2 produtos. Procurei o valor de mercado desses produtos no mercado livre e buscapé mas infelizmente não consegui atingir um valor legal para negociar. Mesmo assim gostei de idéia.

DEIXE UMA RESPOSTA