Sites de compra coletiva – Uma nova mídia estratégica

Sites de compras coletivas como estratégia de mídia e divulgaçãoFaz sete meses que os sites de compra coletiva entraram no Brasil e já estão conquistando o consumidor e as empresas. Esse serviço nasceu nos EUA, no ano de 2008, tendo como empresa pioneira o GrupOn, presente em 26 países e com expectativa de faturamento anual estimado em US$ 500 milhões para este ano.

Neste formato de compra, são oferecidos cupons de descontos de até 90% em produtos e serviços diversificados, a partir das parcerias com empresas de diversos ramos como vestuário e acessórios, gastronomia, entretenimento e beleza.

Com a possibilidade de investimento inicial baixo, os clubes de compras coletivas agradam os consumidores e beneficiam as empresas que conseguem promover seus produtos e serviços, tirando o internauta da frente do computador e levando-o para o ponto-de-venda. Dado o mecanismo de funcionamento desses sites, o desempenho dos negócios conta com um aliado importante: ações de e-mail marketing bem estruturadas. Elas funcionam como a vara que pesca seus usuários e os joga para dentro de seus sites de compras. Aliás, faz jus ao nome de um dos maiores sites desse tipo no Brasil, o Peixe Urbano.

Talvez uma das justificativas para tamanho sucesso dessa nova onda seja o fato dela ser uma opção vantajosa tanto para os usuários (compradores), quanto para os empresários. Os consumidores desfrutam de produtos de qualidade por um preço muito abaixo do mercado, e as empresas fidelizam novos clientes, que talvez não aparecessem se não fosse pela promoção.

Qual a vantagem para as empresas?

Os sites de compras coletivas, apesar de receberem inúmeras compras a cada oferta feita, não beneficiam as empresas em detrimento da quantidade de compras. O maior negócio delas está na divulgação da marca, e no retorno do cliente à aquisição de um novo produto, sem, necessariamente, precisar de uma promoção. Mas é claro que para que todas as partes envolvidas fiquem satisfeitas, além do e-mail marketing as mídias sociais também devem ser trabalhadas para gerar negócio, juntamente com uma oferta relevante para o consumidor.

Fonte: E-Commerce News

Sites de Compra Coletiva – Nova Mídia
Avalie este artigo

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here