Como o Google +1 pode afetar as estratégias de SEO

Na semana passada, a Google anunciou um novo recurso nos resultados de busca, o +1. Chamado de cópia do “Curtir” do Facebook, o Google +1 será uma maneira de visualizar recomendações sociais na busca da Google. A introdução do recurso foi descrita como outra tentativa da Google de incluir elementos sociais como parte de sua abordagem algorítmica de busca, e outra maneira da Google ajudar a melhorar a qualidade de seus resultados de busca.

Embora o objetivo por trás do lançamento do +1 possa ser uma “busca melhorada,” para as pequenas empresas que tentam otimizar seus sites para a busca da Google esta mudança no meio do jogo pode ser um pouco frustrante. Mas a Google diz que em longo prazo o recurso vai ajudar os usuários a encontrar conteúdo relevante, e isso será bom para o seu site, caso ele realmente possua conteúdo relevante. A Google também diz que “assim como qualquer outro novo sinal de ranking, vamos começar com cuidado e aprender como esses sinais afetam a qualidade da busca.”

Eventualmente haverá um botão +1 para disputar atenção com os botões do Twitter e Facebook no seu site, mas eles ainda não estão oficialmente disponíveis para os donos de sites (mas você pode se inscrever aqui). Atualmente ele está disponível nos resultados de busca (que você pode ativar aqui, basta ter um perfil no Google). O +1 também aparece no AdWords, embora o clique no +1 não conta como um clique pago no anúncio.

Como o Google +1 altera as estratégias das PMEs

A Google diz que você não precisa mudar sua estratégia de publicidade por causa do +1. Mas, como uma URL para um site que for marcada com o +1 em um link orgânico também vai se beneficiar nos anúncios pagos de busca, pode haver um incentivo para usar essa URL, em vez de criar landing pages especificas para o anúncio e criar conteúdo estritamente otimizado para campanhas pagas que você criar.

Ray Grieselhuber, fundador e CEO da startup de SEO Ginzametrics escreveu um post em seu blog sobre o impacto que o +1 terá nos donos de sites. Ele aconselha que as pessoas “comecem a pensar sobre como eles podem integrar seus esforços de marketing de busca orgânica e paga com o mesmo conteúdo ou similar para que estejam mais preparados caso o +1 continue (uma boa ideia mesmo se o recurso não for adiante).”

Ray também observa que a iniciativa da Google de criar um botão +1 – para sites e para resultados de busca – demonstra a importância crescente que o compartilhamento e o social terão no SEO nos próximos anos. Então, independente do futuro do recurso, estamos num ótimo momento para nos certificar de que nosso conteúdo é altamente compartilhável.

Fonte: ReadWrite Web

Como o Google +1 pode afetar o SEO
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here