Cultura, Moda e Design criam novos consumidores e impulsionam a inovação do marketing digital

Cultura, Moda e Design criam novos consumidores e impulsionam a inovação do marketing digital

Cultura, Moda e Design criam novos consumidores e impulsionam a inovação do marketing digitalVivemos em um tempo em que o networking tem que ser reconhecido como um organismo vivo, que produz as mais variadas necessidades e que faz nosso conteúdo mudar a todo momento; ou pelo menos, assim deveria ser.

Não podemos mais nos basearmos na “clusterização” simples. O público-alvo está cada vez mais variado e há uma convivência bem interessante entre esses perfis de consumers. Existem os seniors (entre os 55 anos), que atuam como consultores, freelancers, e estes geralmente são implacáveis no feedback.

Do outro lado, há os aficionados pela moda, que buscam no e-mail marketing, uma fonte de inspiração, uma verdadeira lista que apresenta tendências, falamos aqui de um grupo amplo que vai desde os teenagers, passando pelos geeks e até blogueiros e profissionais do setor. As newsletters apresentam o comportamento comum, podendo atuar como forte instrumento de identificação de grupos e revelando a sensação de pertencimento. Ela dita quais são os assuntos do momento, os produtos que estão na moda, revelando um padrão de comportamento social.

Em termos culturais nunca mais seremos os mesmos, cada vez mais teremos que ser seletivos, saber discernir entre dados, informação relevante e conhecimento gerado. Especialistas em Social Trends já afirmaram várias vezes que o “novo” consumidor busca autenticidade e honestidade por parte das empresas na hora de uma compra.

Há uma tendência das pequenas empresas, ou mesmo nós que começamos como startups em marketing digital e atuamos com o gerenciamento de e-mail marketing, em observar estes consumidores e estar atento às suas necessidades. Até pela nossa abrangência, conseguimos ver mais de perto, parar para analisar se essa ou aquela campanha está ou não atendendo às expectativas e “conversando” com o consumidor.

Cultura, Moda e Design criam novos consumidores e impulsionam a inovação do marketing digital

Para aplacar nosso anseio por entender este consumidor e ajudar as empresas em suas taxas de conversão, percebemos, por exemplo, que a moda desta primeira década do século 21 ficou bem direcionada às tecnologias e ao design. Os produtos mais acessados e que unem estes dois atributos são, por exemplo, os smartphones e os tablets.

O marketing digital, a era dos descontos on-line, todos somos frutos da tecnologia e do design; essa “nuvem” carrega o que vem por aí e mostra que a tecnologia mobile veio para ficar, e bem ao lado dos games, e-books e tudo que defina um estilo. Isso mesmo, a tecnologia virou moda! Não estamos mais falando apenas de roupas e sapatos. Hoje, ter um smartphone de última geração está muito mais “na moda” do que qualquer roupa de grife.

Essa nova cultura não foi criada por acaso, é fruto de uma tendência econômica, aquela do “consumo colaborativo”, ou seja, seu serviço ou produto precisam oferecer conceitos, e estes conceitos precisam estar direcionados ao estilo de vida de seus clientes.

Não é exatamente novidade agregar, mas quando falamos de internet, redes sociais, marketing digital e em outra instância do e-mail marketing, estamos dizendo que isso é simplesmente desafiador!

Novos paradigmas surgem a cada dia para gerenciadores de campanhas; vamos conviver e melhorar, porque este consumidor é ávido por conhecimento e se encanta com o novo, com o criativo e por isso, as ações estratégicas também precisam ser assim, diferenciadas.

Victor Popper é CEO da All In Mail

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here