10 dicas para campanhas em comparadores de preços

10 dicas para campanhas em comparadores de preços

10 dicas para campanhas em comparadores de preçosAs campanhas em comparadores de preços cairam no gosto das equipes de marketing de lojas virtuais brasileiras. As pesquisas mostram que mais de 80% dos brasileiros usam comparadores de preços. Mas não se iluda com o fato destas campanhas parecerem simples, pois na verdade não são e é necessário observar algumas técnicas para que elas tenham o retorno esperado.

Para facilitar a criação de campanhas em comparadores de preços veja abaixo 10 dicas que fazem toda diferençaquando se monta uma campanha em comparadores de preços para o e-commerce.

Forneça informações completas

Ao fazer uma campanha em comparador de preços, envie todas as informações necessárias, mantendo-as sempre atualizadas. Os preços precisam estar corretos e as fotos devem ter qualidade. As características do produto, a referência do produto e, se possível, o código de barras devem ser enviados para garantir que todos os seus produtos estejam perfeitamente indexados e que se mantenham atuais.

Deixe sempre o logotipo da loja visível em suas campanhas

Não deixe de exibir o logotipo da sua marca. A imagem deve ter a melhor qualidade possível. A maioria dos buscadores como Buscapé ou Shopping UOL, tem esse recurso.

Mantenha-se sempre no topo da lista

Manter-se entre a primeira e a quarta posição na listagem comparativa dos principais produtos de nicho. A posição de exibição dos produtos, independentemente do preço, precisa ser levada em consideração para que a loja não seja mais uma numa lista enorme de lojas.

Pratique preços abaixo dos seus concorrentes

Honrar o preço 5% mais barato que a média praticada no mercado. O preço não pode estar muito acima da média.

Nunca anuncie produtos sem estoque disponível

Não matar a expectativa do cliente com produtos inexistentes. Existe algo mais chato que um cliente ter decidido comprar um produto na sua loja e você não ter o produto? Uma campanha em comparadores de preços sem produtos na loja virtual não faz sentido.

Reforce a campanha com branding

Reforçar a campanha em comparadores que permitem inserção de banners, vitrines e outras formas de fazer branding. Isso vai aumentar ainda mais os resultados.

Anuncie o preço “cheio”

Não usar preços a vista com desconto, condicionadas a pagamento em boleto. Isso faz com que o cliente que utiliza o cartão de crédito fique decepcionado, mas pode ser positivo quando o cliente quer pagar o mínimo possível pelo produto.

Inicie a campanha com muitos produtos e faça testes

Não levantar a campanha com poucos produtos. Muitos consideram um investimento ruim ter todo o catálogo nos comparadores de preços, isso por que temem que o saldo acabe muito rapidamente e desejam ter o maior retorno imediato possível. No entanto, é muito importante iniciar a campanha com o catálogo completo para que possam identificar o que o público mais pesquisa. Também poderá ter uma rentabilidade imediata um pouco mais baixa do que em uma campanha com o catálogo filtrado, mas em longo prazo os resultados serão mais efeitos.

Tenha sempre cartas na manga

Manter o gerente de contas sempre munido de muitas sobre promoções, descontos, e etc. Muitas lojas iniciam a campanha e esperam que isso basta para tirar o melhor proveito do comparador de preço, mas não é assim que funciona. É preciso passar o máximo de informações possível para o executivo da campanha que ele possa propor melhorias e otimizar os recursos aplicados.

Faça campanhas originais

Não cobiçar as estratégias alheias. Um plano precisa ser definido de forma a rentabilizar o máximo possível os recursos aplicados. Isso significa que para cada comparador de preços é preciso ter uma tática diferente.

Por Flávio Pagotto

10 dicas para campanhas em comparadores de preços
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here