O Google e as Redes Sociais – Futuro

É fato que o Google nunca levou muita sorte no que diz respeito a Redes Sociais, o Google Buzz que o diga, e ao que parece, não está muito interessado, pelo menos por enquanto, em emplaca algo nessa área. Pode até ser um erro estratégico levando-se em conta o vulto que as mídias sociais alcançaram, mas, pelo histórico da empresa talvez eles estejam certos. O fato é que o Google não parece nem um pouco interessado em gastar rios de dinheiro, para comprar empresas de redes sociais. Ao que tudo indica redes sociais não fazem parte da cultura da empresa.

Em termos de aquisições, já houve um namoro entre o Google e Twitter, mas ao que parece, até mesmo por questões regulatórias do governo americano esse projeto não foi adiante. Seria uma operação em torno de 1 bilhão de dólares, o que para os padrões do Google não seria tão alto assim. Portanto, pelo menos temporariamente a opção Twitter está afastada.

A outra opção seria o Facebook, uma operação de aquisição que envolveria algo em torno de 15 bilhões de dólares segundo avaliações recentes. Esse não parece ser o caminho já que o valor seria alto demais para se arriscar em uma empresa que da mesma forma que atingiu um número de 500 milhões de perfis cadastrados em proporções geométricas, pode vir a perder seu reinado na mesma velocidade como aconteceu com o MySpace, por exemplo.

A verdade é que aquisições no segmento de redes sociais são operações de altíssimo risco e o Google não quer se expor a isso. Além do mais, existe a questão da teoria da conspiração que prega que o Google deseja conquistar e controlar o mundo, e os usuários das redes sociais são muito sensíveis ao uso de seus dados para efeito de publicidade ou ingerência nas suas vidas.

O que o Google anda fazendo em relação as redes sociais

Para não ficar fora da gigantesca massa de informações o Google, ao que parece, tem preferido comprar os dados das redes sociais a comprar as próprias redes. Desta forma, ela obtém s dados de que precisa sem correr o risco direto de investir pesadamente nas redes. Faz bastante sentido dentro do quadro desenhado pelos estrategistas da empresa. A pergunta é, será que isso não compromete o futuro da gigante da Internet?

Não pense que eles estão parados. O Google vem investindo internamente em redes próprias, como Orkut, Buzz e, futuramente, o Google Me. É umas tentativa de tomar pelo menos um pequeno espaço desse mercado, mas por enquanto está perdendo, e feio. A preocupação interna com o crescimento desse mercado existe, tanto é que o Google está investindo forte no desenvolvimento do Google Me, com vistas a tentar concorrer de alguma forma com o Facebook.

Aposta Pesada no Google Me

A aposta do Google está mesmo no Google Me. A empresa estaria desenvolvendo uma rede social para competir com o Facebook, onde o destaque seriam os jogos sociais. Várias produtoras de jogos foram contatadas pelo Google nos últimos meses. A estratégia tem uma boa chance de dar certo e experiência no setor o Google já tem. O que ainda não se sabe é qual seria o destino do Orkut – a primeira rede social do mundo, criada pelo Google, mas que não fez sucesso fora de países como Brasil e Índia, mas já se fala em uma migração gradativa para não perder a base de usuários já existente e nem competir com ele próprio.

Qual será o futuro do Google nas Mídias Sociais?
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here