Prostituição do mercado de hosting

Decidi escolher um título que chamasse sua atenção. Sinceramente não aguento mais fazer pesquisas na internet referente à hospedagem de sites e ver que existem “empresas” que vendem seus serviços de hospedagem por apenas R$ 1,99 (um real e noventa e nove centavos), como uma empresa poderia sobreviver vendendo serviços com este valor ? Dá para fazer a hospedagem de sua loja virtual em om provedor desses?

Se você vai ou não colocar seu e-commerce em um “provedor de hospedagem” com esse perfil tudo bem, mas trate de comprar uma boa cartela de Aspirina para a inevitável dor de cabeça.
Vamos ver comu isso funciona.
Para se manter uma empresa de web hosting, precisamos de no mínimo:

  • Plano de Revenda, esse é o mínimo do mínimo o certo seria pelo menos um servidor virtual (VPS)
  • Acesso à Internet
  • Linha Telefônica
  • Gerenciar sua empresa (quer seja com ferramenta ou quer seja em planilhas do Excel)
  • Deverá ter uma conta aberta no banco e para isso pagará uma taxa mensal
  • Boleto Bancário, se você oferecer a opção de pagamento utilizando boletos bancários pagará uma taxa para cada boleto que você emitir

Não vou levar em conta conta de luz, equipamentos, escritório (caso você não trabalhe em casa) e é claro seus lucros. Usando o exemplo acima, essa empresa tem 50 clientes (o que eu duvido muito) que pagam para ele R$ 1,99 a cada mês.
Vamos fazer alguns cálculos (valores médios):

  • Plano de Revenda – R$ 39,00
  • Acesso à internet – R$ 59,90
  • Gerenciar sua empresa – R$ 10,00 (custo de algum sistema de gerenciamento de hosting)
  • Taxa Conta Corrente Banco – R$ 15,00
  • Taxa para cada Boleto Bancário Emitido – R$ 0,50 (se alguém conseguir de seu banco este valor por favor entre em contato comigo porque eu não consegui – ironic mode)

Totais
Recebimentos = R$ 99,50
Custo Fixo = R$ 123,00
Custo Taxa Boleto = R$ 25,00
Resultado = – R$ 48,50 (negativos todos os meses)

Mesmo tendo 50 clientes essa empresa não daria lucro, certo? Certíssimo! Tenho algumas conclusões sobre esse cenário acima.

  1. Esta empresa com certeza não é uma “empresa” com CNPJ e que paga seus impostos;
  2. Com certeza a pessoa que administra essa “empresa” tem um outro trabalho e hospeda sites para tirar uma “grana” extra no final do mês, mas para conseguir clientes essas pessoas baixam seus preços ao ponto de não ter lucro apenas para ter clientes (acredite! eu já vi isso);
  3. Com certeza essa pessoa não sabe fazer conta;
  4. Se algum problema acontecer – quase – certeza que você terá problemas com seu site hospedado por lá
  5. Não se surpreenda se o seu site sair do ar em alguns momentos (provavelmente seu site estará em um servidor com milhares de sites alocados nele);
  6. Para conseguir receber algum lucro com um valor tão baixo é preciso que o “empreendedor” use contas de teste por alguns dias e quando esse prazo termina ele muda todos os sites de seus clientes para outro hosting e teste por mais alguns dias e por ai vai;
  7. Quase certeza que o suporte desta “empresa” é somente por e-mail ou no máximo celular e eu gostaria que você fizesse um teste: Ligue para esta “empresa” em um feriado prolongado ou em um horário “incomum”;

O que eu posso te dizer é: abra os olhos, hospedar seu site tem custo sim e para ter qualidade é preciso pagar um bom preço e de preferência ter boas indicações para não ser pego de surpresa, afinal você só sabe quando fez um bom negócio quando você realmente precisar de um suporte desta “empresa”. Me resta dizer que ainda existirão essas “empresas” e o pior ainda existirão “clientes” que contratem os serviços delas.

Prostituição do mercado de hosting
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here