A morte de José Sarney

A marte do senador José Sarney é divulgada por engano pela Rádio SenadoA morte do senador do Amapá e atual presidente do senado, José Sarney foi anunciada em Brasília pela Rádio Senado. O senador, que tinha 82 anos morreu…

Que a mídia tenta se antecipar aos fatos, isso todo mundo sabe, mas deixar vazar a matéria que se está produzindo para a morte de Sarney foi um furo incrível. A Rádio Senado no início do ano passado, deixou vazar o material que estava preparando para noticiar a morte do senador José Sarney, hipótese que é bastante comentada nos bastidores políticos em função do estado precário da saúde de Sarney, que passou a metade do mês de outubro de 2010 internado em hospitais do Maranhão e de São Paulo após sofrer uma arritmia cardíaca.

O material vazou e caiu na Internet. O blog Radar Político do Estadão publicou a matéria que virou assunto do dia no Senado. A maior parte dos verbos empregados na reportagem em homenagem ao político está no passado. A justificativa oficial é que pode ter havido “erro verbal”. Não sei se explica a trapalhada, mas foi o que eles usaram para justificar  a verdadeira caga#$&*#@.

Clique aqui para ouvir a matéria

Morte de José Sarney agita Brasília e o senado

A notícia da morte de Sarney foi motivo de um comentário bem humorado do senador que se disse satisfeito por saber com antecedência o que iria ser falado quando ele tiver morrido. Obviamente, vários “corvos” da política nacional também ficaram excitados com a perspectiva que o falecimento de José Sarney poderia abrir. A notícia de que Sarney estava morto foi o hit da tarde de ontem no senado em Brasília.

Esse é um caso típico de falta de cuidado com o material que é produzido e transita pela Internet. Os profissionais de mídia precisam estar cientes das responsabilidades de se trabalhar em um veículo tão imediato quanto a mídia digital. Um simples erro ao clicar no botão errado pode disparar imediatamente uma notícia que não é verdadeira, expondo uma rotina normal de qualquer jornal, televisão ou rádio, mas difícil de ser entendida pelo público. Uma vez na Internet, as redes sociais completam o trabalho, propagando a notícia de uma forma jamais vista na história da humanidade, seja ela verdadeira ou falsa.

O falecimento de José Sarney foi um erro técnico

Todos os profissionais do jornalismo devem entender o ambiente web e ter a exata noção do que representa estar inserido em um mundo conectado. Que a notícia do falecimento de José Sarney foi uma falha técnica, ninguém, depois de verificado na fonte, discute, mas não justifica o despreparo. Os antigos conceitos de propagação da informação devem ser revistos. Não dá mais para simplesmente dizer “desculpe pela nossa falha técnica”. Um repórter ou supervisor de produção que não compreende a importância das mídias sociais na atual estrutura da informação digital está fadado à aposentadoria precoce.

Portanto, cuidado com a utilização do seu sistema antes de sair por ai dizendo que o senador José Sarney morreu. Vai que ele não acha tão engraçado assim da próxima vez que anunciarem a morte dele.

A morte de José Sarney
Avalie este artigo

2 COMENTÁRIOS

  1. larga de acreditar em historia de carochinha porque ele so chegou la por causa de Deus que teve misericorrdia dele

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here