Os dez mandamentos do e-commerce

Os 10 mandamentos do sucesso de seu e-commerce

1- Planeje

“Conheça o inimigo e a si mesmo e você obterá a vitória sem qualquer perigo; conheça o terreno e as condições da natureza, e você será sempre vitorioso”, profetiza Sun Tzu. Assim como em qualquer negócio, o planejamento e a estratégia a ser aplicada são as bases para o sucesso do projeto, defina suas metas.

Lembre-se:

  • Liste seus pontos fortes e fracos;
  • Determine o tamanho do mercado, suas oportunidades e ameaças;
  • Quem são seus concorrentes? Como eles atuam?
  • Qual o target e como ele se comporta/compra?

2 – Escolha a ferramenta correta

A base tecnológica do seu comércio eletrônico é fundamental para o êxito de sua incursão no “varejo virtual”. Uma escolha errada, que não contemple as nuances de seu negócio, não atenda as especificidades de seus produtos, ou que não seja tão flexível quanto às mudanças do seu mercado pode significar a estagnação de seu e-commerce.

Lembre-se: A mudança de plataforma significa custo dobrado e muito tempo desperdiçado.

3- Sinergia e estratégia físicas e virtuais

Como conciliar as lojas físicas e seu e-commerce? Use a mesma estratégia para ambas, esteja convicto que elas são complementares, ou melhor, são sinérgicas. Um estudo da Nielsen NetRatings nos EUA mostra que 79% dos consumidores esperam ter as mesmas condições de preço e entrega em todos os canais de compra, e ainda, hoje cerca de 22% das compras são influenciadas pela web.

Crie estratégias para globalizar a sua loja física e loja virtual, no mesmo estudo 55% dos shoppers¹ que pesquisaram online acabaram comprando em lojas físicas, e deste grupo 49% compraram em um canal diferente. Não tenha dúvida, realize a integração, leve o consumidor para visitar suas lojas através de seu portal e incentive o caminho inverso também.

Lembre-se: Use a sua criatividade para fazer a integração de seus canais!

4- Leve as pessoas para o seu site

Não basta sua empresa, ou sua marca serem conhecidas! O seu site também tem que ser! Nunca considere que o consumidor já o conhece, e muito menos despreze estratégias para aumentar o tráfego de seu canal web: campanhas de e-mail, ações promocionais, publicidade e patrocínios. Utilize ferramentas disponíveis e gere demanda para o seu e-commerce.

Lembre-se: Antes de comprar o consumidor deve visitar sua loja.

5 – Benefícios percebidos e relevantes

As vendas pela internet proporcionam uma infinidade de benefícios aos consumidores, porém um projeto de sucesso adequa os benefícios aos anseios do público. Seu e-commerce deve supervalorizar a comodidade quando ela é necessária, destacar a variedade quando o consumidor a exige, ou seja, tratar combinar os pontos positivos às oportunidades que o mercado lhe oferece. Associe promoções e vantagens exclusivas aos benefícios inerentes às compras online, torne sua loja pela internet mais atrativa.

Lembre-se: Torne sua loja virtual mais atrativa. Desenvolva benefícios e promoções são diferenciais de mercado.

6 –  Segurança e Credibilidade

As vendas pela internet têm uma séria desvantagem se as compararmos às vendas convencionais: são intangíveis!

Portanto, a segurança e credibilidade devem formar o amalgama de uma loja virtual. Estas duas palavras precisam envolver todas as suas transações comerciais, incluindo clientes, fornecedores e intermediários. Construa sua marca com austeridade, entregue o que promete, empresas certificadoras podem atestar a confiabilidade do seu e-commerce, assegure-se de que o fornecedor de sua ferramenta garante a integridade dos dados. Leve ainda em consideração a infra-estrutura do seu Data Center e a qualidade de seus parceiros de logística e cobrança.

Lembre-se: A credibilidade de sua companhia não terá uma segunda chance.

7 – O ciclo virtuoso

Desde o momento em que se digita “www” seu comércio eletrônico já tem uma enorme responsabilidade: tornar cada segundo do usuário de seu site uma experiência positiva, seja ele shopper ou não.

Assim, as informações devem ser de fácil acesso e importantes para o usuário, a entrega deve ser pontual, o preço justo, o suporte deve ser eficiente. Não pode haver dúvida e muito menos descaso. Ouça o que o consumidor têm a dizer eles devem dirigir o seu negócio.

Lembre-se: As experiências do consumidor constroem a imagem de seu e-commerce e por conseqüência de sua marca.

8 – Saiba quem são seus clientes, fale com cada um

A tecnologia deve ser sua aliada. A ferramenta de comércio eletrônico deve permitir segmentação de seus clientes, assim descubra suas preferências e personalize as vitrines para cada perfil. Desenvolva promoções baseadas nos hábitos de consumo, ofereça mais e venderá mais – desde que seja relevante ao seu público.

Lembre-se: A tecnologia deve ser sua aliada, os clientes devem ser seu objetivo.

9 – Design e interação

Fundamentalmente, assim como qualquer meio de comunicação com seu mercado alvo, sua loja virtual deve apresentar um design atrativo, mais que isso a identidade visual deve estar de acordo com o público determinado. As variações do prático ao mais sofisticado, a intensidade do apelo visual, as cores e como o usuário deve interagir com o seu site deve ser planejado.

Hoje, grandes companhias gastam centenas de milhares de dólares em pesquisas de padronização visual, interação e navegabilidade. Tudo para deixar cada vez mais os portais intuitivos e agradáveis para se navegar.

Lembre-se: A identidade visual do seu e-commerce constrói a imagem de sua empresa.

10 – Velocidade das mudanças

O mercado se movimenta cada vez mais rápido, sua loja virtual deve acompanhar essa velocidade de mudanças. Novos produtos, novas seções, novos serviços, novas promoções, enfim as novidades devem fazer parte do cotidiano de uma loja virtual. A cada visita seu e-commerce deve ser surpreendente, sempre um motivo a mais para “falar” com seu target.

Lembre-se: Há sempre uma oportunidade a ser explorada, é função do gestor de e-commerce estar atento a elas.

Fonte: Ikeda

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here