Os sistemas de pagamento são os carrascos do checkout?

Imagine sua loja virtual com um checkout perfeito: claro, intuitivo e que mantém o cliente dentro da loja virtual

IMAGINOU??

Agora volte à realidade! E encare o quanto sua loja virtual está longe desse ideal.

Essa distância tem o tamanho do número de carrinhos abandonados diariamente na sua loja.

Há muitos culpados. Mas o sistema de pagamento online que você utiliza é provavelmente um deles.

(PAUSA DRAMÁTICA)

Não importa se você utiliza gateway de pagamentos ou intermediário/facilitador de pagamentos: ele tem que ajudá-lo a vender mais!

Simplicar a implantação de diversos meios de pagamento, fornecer um ambiente seguro com controle de fraudes e bla bla bla, TUDO ISSO É BÁSICO.

Vamos falar do que não é básico: otimização de checkout. Ao escolher um sistema de pagamentos, você deve entender como ele ajudará a otimizar o seu checkout:

Gateways de Pagamento

Gateways são um serviço de retaguarda e como tal devem ser totalmente transparentes para o comprador.

O que quero dizer?

Só faz sentido optar por um gateway se ele der TOTAL LIBERDADE para você criar um checkout eficiente, 100% integrado à sua loja virtual, sem interferência de telas pré-formatadas e muito menos de janelas popup (incrível mas elas ainda existem!!).

Estou falando de empresas como Braspag, CobreBem e BoldCron, citando as principais, e também de players menores como CobreDireto e SuperPay, fora outros que pipocam por aí.

Gateways não dão o checkout pronto. Seu papel é dar à loja a liberdade – e a responsabilidade – de construir o checkout da forma que julgar mais eficiente.

Neste caso, é vital que você conte com uma boa agência digital ou desenvolvedor que entenda de otimização de checkout.

Agora, se o gateway que você utiliza não lhe dá essa liberdade, então não há razão para usar um gateway de pagamentos.

Facilitadores de Pagamento

São também chamados de intermediários ou intermediadores de pagamentos.

Eu digo que são os responsáveis pela democratização do ecommerce nacional pois foi por meio deles que milhares de micro e pequenas empresas entraram no ecommerce.

Podem ser vistos como um pacotinho completo: meios de pagamento + controle de fraudes + checkout.

Seu principal problema: CHECKOUTS INEFICIENTES.

Facilitadores (que tal “Dificultadores”?) obrigam o consumidor a completar passos e cadastros adicionais fora da loja virtual, quase implorando para ele tornar-se um carrinho abandonado.

O checkout da loja virtual até poderia ser bom, mas o sistema de pagamentos jogou tudo por água abaixo. Não conheço loja virtual no Brasil que utilize um facilitador e que diga que não perde vendas por causa disso.

Falo de empresas como PagSeguro, Pagamento Digital, Moip, Paypal e Mercado Pago, para citar os principais.

Embora muitos destes facilitadores tenham feito melhorias – discutíveis – em seu checkouts, o formato de checkout com passos adicionais fora do ambiente da loja virtual está longe do sonho do lojista.

Mas já há boas notícias!

O Moip está lançando uma nova modalidade de integração que permite o pagamento sem sair do ambiente da loja virtual. TRADUÇÃO: o checkout ideal com facilitador será possível!

Em função disso, algumas empresas correram na frente, como o iPAGARE que está lançando um produto de checkout expresso com Moip para lojas virtuais Magento. Nele, todo o processo de checkout é feito em um único passo sem sair do ambiente da loja usando Moip.

Esta é uma tendência que outros facilitadores também vão seguir e portanto uma ótima notícia para o mercado.

Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here