Sobram vagas de trabalho no comércio eletrônico

Sobram vagas no e-commerce para profissionais qualificados. Parece inusitado mas é a pura verdade. Vagas no e-commerce existem e inclusive sobram, o que não existe são profissionais qualificados para ocupar estas vagas. Resultado, a remuneração dos profissionais qualificados entrou em uma escalada ascendente. Embora o tempo de formação de um profissional nesta área seja relativamente pequeno, o que não se vê é investimento que atenda a crescente demanda do mercado. Segundo alguns empresários está cada vez mais difícil encontrar profissionais para administrar uma loja virtual. A reclamação é geral.

As perspectivas para o comércio eletrônico no Brasil são muito animadoras. Em 2008 o crescimento foi de 30% e em 2011, apesar da crise os resultados foram vendas com incremento de 30% no volume total. Para 2012 espera-se números ainda maiores em função da queda dos preços dos computadores pelas sucessivas quedas do dólar e dos programas de inclusão digital patrocinados pelo Governo. A entrada da classe C no mercado consumidor certamente vai representar um novo estímulo nas vendas, e com o fim da crise mundial então, fica desenhado um cenário mais do que favorável ao desenvolvimento do e-commerce no Brasil.

Uma das soluções encontradas pelos pequenos e médios empresários tem sido a formação interna destes profissionais através de cursos de especialização na área de e-commerce. É uma solução eficaz e que não custa tanto assim sendo certamente bem mais barata do que fechar o e-commerce por insuficiência no treinamento dos funcionários. Estes cursos de e-commerce são de curta duração e exigem que o aluno já possua algum conhecimento de informática e Internet. O profissional de administração e gerenciamento de e-commerce não precisa ser um programador uma vez que sua função de gerência do sistema é identificar necessidades e ai sim repassá-las para o pessoal da área técnica que então buscará a solução mais indicada. O necessário para um administrador de lojas virtuais é conhecer todos os processos que envolvem  o e-empreendedor na criação da loja virtual, na realização das vendas on-line e também nas diversas opções para sua divulgação.

Os cursos de e-commerce despontam como a melhor opção para a formação de mão de obra especializada no momento. Geralmente ministrados por consultorias nesta área, estes cursos conseguem em um curto espaço de tempo, passar uma boa idéia sobre o dia-a-dia de uma loja virtual.

Mas não é só para os funcionários que estes cursos são válidos. O próprio empresário ou todas as pessoas que desejam ingressar no mundo do comércio eletrônico devem sim participar deste tipo de treinamento justamente para ter uma visão geral do negócio e assim poder identificar no seu dia-a-dia as oportunidades de negócios que aparecem. Para quem ainda está estudando, os cursos de e-commerce funcionam como uma base para futuras especializações.

Segundo Josiane Osório, consultora de comércio eletrônico do Curso de E-Commerce, “O problema do mercado já não é mais o da não existência de bons sistemas para a criação de um comércio eletrônico como acontecia há algum tempo atrás e sim à falta de profissionais qualificados para o gerenciamento e administração destes sistemas”. Esse é um problema já sentido por outros segmentos do mercado como alguns setores da indústria como o calçadista e na área dos serviços de hotelaria entre outros. Ainda segundo Josiane, “A demanda por este tipo de profissional está tão grande que nós tivemos que antecipar o lançamento dos nossos cursos para suprir às necessidades da nossa própria clientela de consultoria e a resposta foi, turmas lotadas.”.

O fato é que poucos setores encontram um cenário tão favorável para os próximos anos como o do comércio eletrônico e para sustentar este desenvolvimento é necessária a capacitação de mais profissionais especializados nesta área seja através da grade curricular normal nas faculdades ou através de cursos extracurriculares. Cabe ao empresariado estar preparado e preparar também seus funcionários para esta nova realidade do comércio e aos estudantes um bom planejamento em sua formação para poderem ter mais facilidade de colocação no mercado.

Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here