Veja neste artigo qual a importância da aplicação da técnicas de SEO para lojas virtuais e quais são os principais pontos a serem observados na hora de otimizar seu e-commerce para conseguir posições de destaque nas ferramentas de busca.
Veja neste artigo qual a importância da aplicação da técnicas de SEO para lojas virtuais e quais são os principais pontos a serem observados na hora de otimizar seu e-commerce para conseguir posições de destaque nas ferramentas de busca.

SEO para Lojas virtuais – Importância e técnicas

O impacto da aplicação das técnicas de SEO para lojas virtuais é simples: aumento de vendas. Por isso, esse é um assunto que interessa a qualquer gestor de e-commerce.

Quando é realizada uma busca no Google, por exemplo, são exibidos os 10 resultados orgânicos para a palavra-chave pesquisada, e sabemos muito bem que os usuários raramente passam desta página.

Cada um desses resultados é composto por informações previamente formatadas pelo Google, que na verdade criou um padrão para todo o mercado.

Dicas para otimizar a sua loja virtual

A partir destes fatos, vamos estabelecer os pontos importantes para que você alcance este lugar tão desejado. Comece por entender como funciona um site.

Quando criamos uma página na Internet, o seu principal atributo é o título. Imagine que cada página em seu site é como um livro e deve ter seu título único – que conta qual conteúdo mostrará. Algumas outras dicas importantes sobre este item:

  • Sempre insira a palavra-chave no Título da página
  • O nome do site deve vir depois do título contextualizado da página
  • Utilize no máximo 60 caracteres para que os usuários possam ler tudo
  • Crie um título chamativo e criativo, informativo e curioso. Chame o internauta para conhecer você
  • Sua marca pode vir antes ou depois do texto principal, depende do seu nicho e dos seus testes

O segundo ponto é cuidar da sua “meta description“. Ela é um texto que, quando relevante, é usado pelos robôs de busca e pode ser visto pelo internauta. Ajuda muito a mostrar o seu negócio.

O ideal é que seja chamativo, interessante e informativo que não ultrapasse o limite de 156 caracteres para que a descrição não seja cortada na apresentação do snippet nas páginas de respostas do Google.

Utilize URLs amigáveis

Sem uma URL amigável, você ficará perdido entre páginas similares. Este endereço é aquele que, ao bater os olhos, a gente sabe o que há na página. E, melhor: o robô de busca também entende mais rápido o que achou e te dá um “bônus” no ranking.

Para construí-la, tudo depende da linguagem de programação. Chame a TI e coloque em prática.

Além disso, é preciso “entrelaçar” as diferentes páginas que você colocou online. Sites de e-commerce fazem isso oferecendo produtos relacionados ou sugerindo outros ao visitante.  É o que chamamos de cross selling.

O motivo é muito simples. Ao fazer isso você literalmente está criando links internos no site e aumentando a relevância de suas páginas internas, o que melhora sua posição.

Conteúdo é fundamental

Outro fator importante no SEO para lojas virtuais é o conteúdo que você apresenta em suas páginas. Os lojistas teimam em replicar o que o fabricante disse – e, como todos fazem isso, o conteúdo fica duplicado e perde a relevância.

Isso acontece inclusive nas grandes lojas, que na pressa de colocar seus produtos no ar, acabam por deixar esse importante fator de SEO em segundo plano. Para quem não sabe, veja como resolver isso:

  • Tenha resenhas próprias dos itens em sua loja
  • Ofereça o máximo de informações técnicas do produto – vá além sempre que possível;
  • Responda as dúvidas mais freqüentes sobre o produto;
  • Ofereça comparativos, vídeos e fotos.

Aliás, já que falamos em fotos, lembre: elas também têm que ter seus próprios títulos, descritivos, claros e únicos.

Aproveite as datas comemorativas

Outra estratégia importante no SEO para lojas virtuais é saber quais são as principais datas do ano em que aumentam as vendas do seu nicho.

Com base nisso, prepare o seu site para atender a demanda com páginas especiais. Nelas devem estar: ofertas, dicas para os visitantes, imagens e, de novo, os comparativos.

Jamais tente otimizar para uma data especial que está a menos de 15 dias do planejamento. O ideal é planejar todas as ações com pelo menos 3 meses de antecedência.

Sempre que alguém comprar um produto na sua loja virtual, solicite um comentário desde comprador depois de uma ou duas semanas (e-mail marketing). Com isso, você consegue mais conteúdo específico e exclusivo.

O grande crime em termos de conteúdo é usar o que já existe ou fazer igual. Os robôs de busca simplesmente ignoram páginas que tem o mesmo conteúdo. Ponto.

Isso acontece na vida real. Às vezes, o site de testes ainda está “aberto” para o robô enquanto o site real já foi publicado. Ou seja: você mesmo puxou o seu tapete! Sem contar, como dissemos, usar o texto padrão do fabricante, sem personalização.

Trabalhe seu SEO offpage

Um dos principais fatores de rankeamento no Google e outros grandes buscadores é a quantidade de links que relevância que apontam para sua loja virtual, o que chamamos de SEO offpage.

Por isso, no trabalho de SEO para lojas virtuais é importante que você consiga links de outros sites para sua loja virtual. Você pode conseguir isso através de uma boa estratégia de assessoria de imprensa online.

SEO para E-commerce

Conteúdo inteligente – Um recursos escasso no mercado

Em fase de desenvolvimento acelerado, com sucessos muitos, o e-commerce brasileiro ainda carece de algo que nos Estados Unidos, por exemplo, é recorrente: conteúdo bem-feito e muito bem planejado.

Por lá, creiam, existem até empresas especializadas em estratégia de conteúdo que, sim, é uma disciplina da web tão importante quanto o design e a usabilidade.

Como diz a expressão estratégia de conteúdo dá trabalho e requer estudo, planejamento e implementação cuidadosa. De nada adianta você cuidar dos títulos, dos atributos, das descrições e da participação dos usuários e esquecer de criar novos chamarizes. Num planeta em que a novidade impera um jeito de fazer isso são os guias de compras.

Além de atrair links (referências importantíssimas) fazer comparativos sobre os produtos campeões de vendas em sua loja educa o internauta e o ajuda a tomar a melhor decisão de compra. E seu objetivo é ter a clientela mais feliz do planeta, certo?

Outro serviço muito interessante – e que exige um tanto de isenção – é fazer comparativos entre produtos. Listar numa tabela as TVs de LCD ou os smartphones disponíveis com seus pontos fortes, fracos e diferenças faz uma grande diferença na vida do seu usuário – e também se transforma em informação relevante para outros sites, se for bem-feito.

Este tipo de conteúdo são chamados ímãs de links, porque atraem posts e comentários rede afora.

Pense de maneira global e atue local

A máxima da ecologia, na rede, funciona muito bem também no caso do SEO para e-commerce. Principalmente se o seu negócio for um serviço.

Restaurantes, clínicas de estética, farmácias, encanadores… usar os mapas para indicar onde está o seu restaurante é uma estratégia mais que inteligente para aparecer nas buscas locais.

Este cuidado – que exige poucos minutos de cadastramento – ajuda principalmente os pequenos e médios e-commerces, que conseguem boa visibilidade com pouco trabalho.

Lembrem-se sempre: a busca orgânica é a principal fonte de visitas e os usuários raramente passam da primeira página. A importância destes fatos para o sucesso de seu negócio é inegável. Cuidem sempre e muito bem de seus sites.

Mantenha-se atualizado sobre questões relativas a SEO para lojas virtuais e outras relacionadas ao e-commerce, assinando a nossa assinando a nossa Newsletter.

SEO para lojas virtuais
5 (100%) 14 votos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here