Links patrocinados são essenciais para o e-commerce

Links patrocinados são essenciais para o e-commerceNão há dúvidas que a internet têm se tornado um dos canais publicitários mais preferidos pelas empresas, já que proporciona resultados rápidos e positivos, e demanda pouco recurso financeiro para investimento.

É tanto que, dados do Projeto Inter-Meios, coordenado pelo Meio & Mensagem, apontam que só no primeiro trimestre de 2012 o investimento em publicidade na internet foi de 330,4 milhões de reais – um aumento de quase 25% sobre o mesmo período de 2011.

Dentre as várias modalidades de propaganda na rede, uma delas se destaca entre os varejistas da internet – os links patrocinados -, aqueles relacionados com a palavra-chave digitada pelo usuário ao realizar uma busca.

Ferramenta para estratégia ativa

E, é justamente por isso que a ferramenta torna-se tão importante para o varejo on-line, pois, ao contrário das outras estratégias de marketing, esta é uma ação ativa, e, por parte do consumidor, que gera o contato com a empresa.

“Sempre comento que o e-mail marketing, por exemplo, é uma ação de fixação da marca, porque nunca sabemos se este é o momento de decisão de compra. Já o link patrocinado ocorre o contrário. É o usuário que decide o momento de compra e faz pesquisa para identificar quais empresas estão oferecendo  determinado produto. Estatisticamente o resultado é excelente, pois a decisão de compra é praticamente imediata. Ninguém pesquisa uma TV LED, por exemplo, se não está interessado em adquirir uma”, exemplifica Paulo Kendzerski, Diretor Presidente da WBI Brasil, agência de marketing digital.

No entanto, apesar do grande potencial dos links patrocinados, alguns comerciantes não estão sabendo extrair todos os seus benefícios. Isto porque, ainda cometem alguns erros básicos que prejudicam o seu desempenho, como a falta de acompanhamento diário das campanhas. “Outro erro muito comum, principalmente em empresas de varejo, é a criação de campanhas com palavras-chave muito genéricas. Se você vai vender uma TV LED, esta palavra deveria ser uma das últimas a serem inseridas nas campanhas, e em alguns casos, não deveriam ser colocadas porque estão no momento inicial da procura. O consumidor ainda não sabe o tamanho e a marca da TV que deseja comprar. Palavras como TV LED Philips, por exemplo, atingem usuários que estão em uma fase de procura um pouco mais avançada e com boa chance de converter em venda, porque já se sabe a marca e tipo de monitor. Eu diria, ainda, que a inclusão das palavras-chave TV LED Philips Smart 47 47PFL8606D/78, é obrigatória e, na  maioria das vezes, não acontece por parte de quem administra as campanhas de mídia on-line, porque o consumidor que procura por esta expressão já sabe o tamanho, modelo, marca e está procurando somente preço e condições de pagamento, aumentando muito a chance de se converter em venda”, justifica.

Mas, para Natan Sztamfater, Diretor de Novos Negócios da agência Profite, as empresas já não cometem mais erros básicos como antigamente, sendo o maior erro, ainda a falta de planejamento. “Hoje o principal erro é a falta de planejamento dos varejistas. A concorrência está muito forte no varejo on-line e o valor do clique está cada vez mais alto, por isso, o planejamento torna-se fundamental”, afirma.

No entanto, há várias formas de potencializar as ações por meio deste tipo de propaganda, ressalta Sztamfater. “O Remarketing é uma prática bastante utilizada por varejistas. Nada melhor do que impactar pessoas que já entraram no site da sua empresa pelo menos uma vez. Isso ajuda os varejistas a investirem em clientes com maior potencial de compra”, recomenda.

Colocando empresas em pé de igualdade

Outra vantagem dos links patrocinados é o fato de o investimento proporcionar às pequenas e médias empresas a oportunidade de alcançar consumidores em potencial, sobretudo, em regiões que não possuam atuação de grandes marcas, garante Paulo Kendzerski, da WBI Brasil. “Este tipo de ação transforma empresas locais, com poucos recursos em players com ações segmentados por perfil, tornando-se líderes nos seus respectivos segmentos.

Foram essas empresas que mais cresceram nos últimos anos, exatamente porque conseguiram atingir um público muito específico. Acreditamos que em 2013, as empresas passarão cada vez mais a investir neste tipo de publicidade, pois o resultado é de fácil e comprovada medição, o que torna este tipo de ação de alta eficácia”, aposta.

Links patrocinados são essenciais para o e-commerce
5 (100%) 1 voto

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA