Os desafios do marketing de busca em dispositivos móveis

Os desafios do marketing de busca em dispositivos móveisCom a expansão da base de dispositivos móveis instalada no Brasil fica cada vez mais importante saber como adequar campanhas do AdWords para esse canal. Atualmente, entre 5% e &5 das buscas realizadas no Google vem desses dispositivos, e a tendência é aumentar. São vários os fatores que contribuem para isso, mas no caso brasileiro, a redução das tarifas de acesso e a mudança de aparelhos antigos para os de mais nova tecnologia são as principais.

Por serem dispositivos de fácil acesso, os celulares e tablets desempenham cada vez mais uma função primordial na hora de decidir por uma compra, por exemplo. Os celulares funcionam como consultores de preços na hora das compras em lojas físicas o que deve criar um movimento ainda maior das buscas através dos dispositivos móveis, sejam eles tablets ou celulares. Na categoria shopping os celulares já representam 9% das buscas no Google.com. Na categoria auto motivos, esse percentual já é de 7%.

Praticidade faz a diferença

O charme da busca pelo celular é que é um dispositivo imediato, ele está a mão a qualquer hora e por isso é fundamental na hora em que se precisa de uma informação imediata. Na categoria turismo, por exemplo, as buscas por celular já representam 6% das buscas nos Estados Unidos. Reservas imediatas em viagens de emergência, são feitas através do celular, justamente pela praticidade e disponibilidade dos aparelhos mobile. É importante pensar nos produtos que você vai anunciar no celular, porque a busca nesse dispositivo é bem peculiar. Produtos e serviços com demanda emergencial tem uma maior taxa de retorno nessa categoria.

Em termos de AdWords o acompanhamento desses canais já é de fácil acompanhamento. Basta segmentar por dispositivo e pronto, os dados estão todos a sua disposição. O que se percebe é que o CPC é bem mais baixo, pois a tecnologia é nova e a competição também. O CTR pode ser ainda maior em celulares pelo perfil do usuário. Devido a pressa os usuários tendem a clicar nos dois anúncio no topo o que proporciona um CTR bem maior nessas posições. O CTR acima da primeira dobra é 90% maior do que os anúncios abaixo da dobra.

Métricas em campanhas de links patrocinados para dispositivos móveis

Preparando seu site para dispositivos mobile

No Brasil, a navegação através de dispositivos móveis ainda é pequena, mas a tendência em termos de e-commerce em 2012, por exemplo, é de um forte incremento no número de acessos. Por isso, é importante que você comece a se preparar para esse novo mercado. O primeiro passo é adequar o seu site para a tecnologia mobile. O correto é mobilizar o seu site e não apenas minimizar. A arquitetura da informação deve ser formatada para esses tipos de dispositivos. A questão da usabilidade é bem diferente nos celulares e tablets é bem diferente em função do seu uso diferenciado. Veja algumas dicas para a mobilização do seu site:

  • Mantenha o layout simples
  • Crie conteúdo para navegação com dedos e não com mouse
  • Priorize o conteúdo
  • Use recursos exclusivos para celular
  • Facilite a conversão
  • Use o Call To Action de forma mais incisiva

Links patrocinados adaptados à tecnologia mobile

A diferença tecnológica dos aparelhos mobile também influenciará a forma como você deverá estruturar sua campanhas de links patrocinados no Google AdWords. Marketing de busca em dispositivos móveis é bem diferente e em termos de Google AdWords é importante que você veja o anúncio como uma peça independente das campanhas veiculadas para desktops. A ferramenta já possui diversas configurações exclusivas para esse canal e é preciso estar atento às diferenças entre campanhas voltadas para desktops e dispositivos móveis. Crie aplicativos para download, use Click to Call e forneça o endereço em uma única peça. É importante criar campanhas diferenciadas para cada dispositivo.

O importante é saber que marketing de busca em dispositivos móveis é um ambiente bem diferente do que estamos acostumados para os desktops.

Alberto Valle, consultor e instrutor do Curso de E-commerce

Marketing de busca em dispositivos móveis
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here