O papel do e-mail marketing na geração cross-channel

O papel do e-mail marketing na geração cross-channel

O papel do e-mail marketing na geração cross-channelOs indicadores criados pela Abemd, Associação Brasileira de Marketing Direto, analisando o quanto as campanhas de e-mail marketing influenciam as vendas online, dão o que falar. O último deles, realizado entre dezembro de 2011 e janeiro de 2012 apontou que 68 empresas e 78% destas afirmaram utilizar o e-mail marketing como canal de comunicação com seus clientes.

Não há muita surpresa nisto. Menos ainda na alta parcela das vendas impulsionadas pelas campanhas de e-mail. De acordo com as empresas pesquisadas, 10% das conversões são influenciadas diretamente pelo e-mail marketing.

Um dado em especial que chama a atenção é que apenas 7% dos responsáveis pelos departamentos de marketing admitiram investir mais do que 20% da verba de comunicação em e-mail marketing, o que evidencia que os investimentos neste segmento ainda são pequenos se comparados à parcela destinada a outros veículos, como os impressos, onlines, TV e rádio.

O interessante e que mostra que as empresas que não investem em e-mail marketing e em ações exclusivas na web estão perdendo oportunidades é que os próprios usuários relatam sentir falta de investimentos de divulgação neste setor. Não é raro, em conversa com amigos, principalmente os mais jovens, ouvirmos as queixas sobre as ações de marketing digital das empresas.

O público sente falta de boas campanhas de e-mail, aquelas em que de cara se percebe que existe uma equipe especializada pensando em desenvolvendo as ações. O mesmo acontece com as redes sociais, que embora estejam em destaque, no Brasil, ainda parecem estar sendo muito mal exploradas pelas empresas.

Entre os fatores que explicam esta recente “sede” por parte dos usuários é a mudança de perfil dos consumidores. Esta nova geração, que já nasceu conectada e acostumada com a facilidade de acesso a informação. É preciso aproveitar a dinâmica dos canais de comunicação e explorar todas as oportunidades. Estamos falando aqui da comunicação cross-channel.

É claro a sugestão não é que ninguém mude radicalmente suas estratégias e pare de investir nos meios tradicionais de comunicação. Se isso tem dado certo para o seu negócio, você deve continuar, mas é preciso entender que não investir no e-mail marketing significa não atender às expectativas do público consumidor. Sendo assim, é preciso ampliar o foco das estratégias de comunicação, especialmente nas campanhas de e-mail marketing, tornando-as ainda mais criativas, consistentes e dinâmicas.

Além disso, não podemos nos esquecer das vantagens que legitimam o investimento em e-mail marketing, entre elas:

  • Baixo custo de envio
  • Elevadas taxas de conversão
  • Oportunidade de Segmentação
  • Acompanhamento de resultados (relatórios em tempo real)

Com o e-mail a comunicação deixa de ser feita em massa e passa a ser one-to-one. A oportunidade de enviar conteúdos de acordo com o interesse e o perfil dos usuários é seu principal diferencial.

Por Bárbara Gengo, Analista de Comunicação da All In

O papel do e-mail marketing na geração cross-channel
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here