“Ouvindo” seus clientes virtuais

Não é porque você vende pela internet que não pode “ouvir” o seu cliente e é obvio que isso é de suma importância para traçar as diretrizes do seu e-commerce. Você deve ficar atento a todas as etapas da compra, da pesquisa na Internet até a concretização da venda e entrega.

Justamente por estar vendendo pela Internet você deve estar ciente que o poder de divulgação dos seus e-consumidores é bem maior que o dos compradores presenciais e isso faz com que boas ou más impressões sobre a sua loja virtual ganhem publicidade muito mais fácil e rapidamente. Com a onda do Twitter então….é fulminante. De nada adianta você investir um bom dinheiro na criação de uma loja virtual, implementar uma boa estratégia de SEO, gastar muita grana em links patrocinados, e-mail marketing e em outras formas de divulgação se no final, a ação que só depende de você é que esta atrapalhando o desenvolvimento do seu e-commerce.

Veja algumas dicas divulgadas no Blog Super Empreendedores que mesmo abordando o assunto de uma forma genérica, se adaptam perfeitamente ao mundo virtual.

  • O cliente nem sempre sabe o que quer –  Principalmente para produtos inovadores, o cliente não saberá dizer o que precisa. É interessante ter um protótipo ou demonstração, assim ele pode avaliar a idéia. Observar o cliente usando o produto e analisar onde estão as dificuldades é uma ótima forma de melhorá-lo. Analise o comportamento do seu cliente virtual através da ferramenta Google Analytics

  • Saiba escolher sua amostra – Se você pretende abrir um açougue, não adianta fazer uma pesquisa com 1 milhão de vegetarianos. Não existe um número nem um perfil fixo, mas é preciso que você entenda muito bem sobre seu negócio para saber colher opiniões de pessoas relevantes.

  • Não se prenda nos grandes números – Muitos discordarão, mas acho que você não deve se preocupar com os resultados de pesquisas e estimativas de analistas de mercado. Ninguém conhece seu cliente melhor do que você. Seja com entrevistas, questionários ou conversas informais, você que escolhe como, onde e com quem fará a pesquisa. Eu, particularmente, não concordo 100% com esta dica. Acho que deve-se sim dar atenção à pesquisas. Elas não existem à toa. Ao mesmo tempo, concordo que o empresário fazer seu próprio esforço para conhecer o público é importantíssimo.

  • O futuro é uma continuação do presente – Veja como os clientes já satisfazem a necessidade que você quer satisfazer. Resolva os problemas existentes e enfatize as coisas positivas. Uma solução única pra um problema que ninguém tem é completamente inútil. Não concordo muito com essa última frase. Acho importante sim antecipar cenários. O problema não existe hoje, mas é importante saber prever se daqui a poucos anos ele pode ser sim uma possibilidade.

  • Pesquise atributos de outros produtos –  Clientes podem ser agradados de infinitas maneiras, pesquise boas práticas de outros setores e teste no seu negócio. O Cirque de Soleil pegou vários elementos do teatro e aplicou no circo, por que não fazer o mesmo? Traga elementos do mundo real e os aplique à sua loja virtual.

Essas dicas quando adaptadas ao comércio eletrônico podem lhe dar uma radiografia completa do que é preciso acertar em sua loja virtual para ter um número cada vez maior de clientes satisfeitos.

Marketing é tudo, por isso não esqueça de visitar a Livraria do E-Commerce e conhecer o que há de melhor em termos de literatura relacionada ao comércio eletrônico.

Como “Ouvir” seus clientes virtuais
Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here