Cinco dicas para desenvolver estratégias de preço no e-commerce

Cinco dicas para desenvolver estratégias de preço no e-commerceTodos que trabalham no e-commerce sabem como é trabalhoso escolher uma estratégia de preços adequada. São dezenas de variáveis a serem consideradas além é claro da necessidade de encaichar essas estratégias com as ações de marketing. Veja algumas dicas para o desenvolvimento de uma estratégia de preços eficiente para sua loja virtual.

Conheça suas Margens

A realidade dos preços do varejo on-line é que o menor preço nem sempre ganha. Na verdade, as batalhas de preços geralmente acabam com você precificando seus produtos muito abaixo. Mesmo com clientes suficientes, você ainda não pode fazer um lucro. Se você está baixando seus preços para um ponto em que você está perdendo dinheiro, você deve considerar a busca de uma melhor fonte, ou ajustar suas ofertas de produtos para incluir itens mais rentáveis.

Entrando numa batalha de preços pode feri-lo a longo prazo também. Quando você sempre coloca o preço muito abaixo, seus clientes sempre esperam que o preço baixe mais, mesmo quando é insustentável para o seu negócio. Como resultado, você pode perder os clientes ao longo do tempo.

Conheça o seu USP – Unique Selling Proposition

O que nos faz diferentes? Toda empresa tem de resolver esta questão para determinar a sua proposta de valor e mercado-alvo. Para os varejistas on-line, um fator único pode ser excelente serviço ao cliente, ou produto que você não pode encontrar em qualquer outro lugar

Com a concorrência de preços em alta, os varejistas têm que pensar fora da caixa quando a elaboração de uma estratégia de marketing ou promocional para sua loja online. Alguns varejistas tiveram sucesso apelando a um sentido de caridade, especialmente em torno dos feriados. Por exemplo doar R$ 1,00 para financiar projectos de água potável cada vez que alguém compra algo de seu comércio eletrônico. Pode-se também oferecer frete grátis em compras acima de R $ 200 – o que é uma grande estratégia de preços e que incentiva as pessoas a comprar mais de 1 produto.

Venda abaixo do valor de mercado

Produtos com descontos altos podem ser vantajosos se emparelhado com a estratégia de merchandising apropriada. A Estratégia de itens vendidos abaixo do valor de mercado irá incentivar os clientes a comprar mais. Usando esta estratégia, os donos de lojas on-line têm a oportunidade de upsell, cross sell e aumentar o valor total de carrinho de compras (receita média por usuário).

Mesmo que o lucro não seja impressionante, esta estratégia estimula a aquisição de clientes, abrindo a porta para os esforços de marketing adicionais. O valor de aquisição de cliente supera o valor da transação. Uma estratégia é escolher produtos que têm um baixo CPA (custo por aquisição), para minimizar a perda. O objetivo final é sacrificar a perder dinheiro em um item, a fim de fazer um lucro sobre o resto dos produtos vendidos.

Oferecer incentivos

Depois de reconhecer as suas margens e preços em conformidade, então você pode oferecer incentivos para motivar os seus clientes a comprar. Mesmo se você não pode sustentar um preço ultra-baixo no longo prazo, você sempre pode oferecer preços em tempo limitado para alcançar esses clientes. Por exemplo, “compra na próxima hora e receber 20% de desconto!”

Diversificar a oferta de produtos

Para oferecer uma oferta de produtos diversificada, que vai vender, os donos de lojas de comércio eletrônico devem primeiro entender a demanda do mercado. Certifique-se de que você está em dia com as tendências atuais, a leitura de notícias de comércio eletrônico. Use ferramentas como Google Trends para verificar a popularidade de um SKU e tentar assistir Meetups locais com colegas varejistas online.

Fonte: Blog da Rakuten

Cinco dicas para desenvolver estratégias de preço
Avalie este artigo

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA